Pic the life

Home - Follow me



Another place to do the things that I like. Another little part of me


Avenged Plush

Victor. Gosto muito de escrever e adoro fotografias. E não sou bom falando de mim. Mas posso ser bem legal se você quiser conversar

Lost Symphony

Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012


Not forgotten

Onigiri Quase Prédio, Cookie, Tumblr, Photos


To Think About

IBAMA, Planeta Sustentável


System Down





Best visualization: Mozilla Firefox

Bittersweet
sábado, 24 de março de 2012 @ by Victor @ - 00:28


 Mas sempre bate aquela sensação né? A vontade de pegar aquela pessoa e abraçar bem forte, deitados, só pra ficar coladinho com ela. Aquela vontade dos beijos de tirar o fôlego, de mãos agitadas. E dos beijos tímidos, calmos, com gosto de carinho. Dos abraços apertados e daquela voz tão calmante.
  Andar de mãos dadas, um beijo roubado, uma palavra carinhosa. Brigas bestas e socos de leve. Provocações e uma dose de ciúmes. Bom humor e descontração. Acho que essa receita é para algo chamado romance, não sei. Fui procurar no livro de receitas, mas é um pouco diferente em cada um. Acho que nenhum é igual. Todo o romance que já provei tem um gostinho diferente. Apesar da base ser a mesma, sempre se coloca algum tempero que você não conhecia. As vezes se combinam ingredientes que você jamais imaginou que fossem tão saborosos juntos.
  Mas as vezes se coloca demais. Carinho demais pode deixar a massa grudenta. Ciúmes demais pode deixar muito amargo. É muito importante seguir as doses certas, porém é difícil, já que ninguém sabe dizer o quanto botar. Por isso é que provamos tantos romances, para ir ajeitando os ingredientes nos próximos até encontrarmos a melhor combinação.
   E como saber se esse é o certo? Se não vai surgir um melhor? Simples. A receita é complicada demais para uma pessoa só. E quando duas se empenham em criar o melhor romance, ele se torna o mais especial. Ele não nasce pronto, não nasce certo. Ele se torna certo pela vontade e dedicação dos dois, a vontade de fazer desse romance, o mais especial. Nem doce nem azedo. Se o amor fosse um doce, acho que seria uma torta de limão.




  

Marcadores: ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial